O maior presente do mundo.

          Tive uma vida bem atribulada, uma infância sem carinho, sem um lar, um pai ou mãe para me proteger. De casa em casa, por ora sofrendo abusos, negligências, esquecimentos e muita, muita fome. Talvez por isso tenha me tornado uma pessoa fria e distante. Tenho dificuldades de relacionamentos. Na fase adulta tornei um ser que viveu só para si. Lembrem-sem, nunca tive ninguém para cuidar de mim. Disto criei amigos imaginários, tive conversas aonde só eu perguntava e respondia, vivi também situações onde apenas eu era o protagonista.
          Nunca tive aqueles amigos de uma vida inteira. Nunca deu tempo. Toda a vez que eu estava me ambientando em algum lugar já era hora de partir.
          Agora, aos 47 anos, me dou conta que é hora de matar os amigos, amigas e namoradas imaginários. Ninguém é feliz sozinho. Me esforço para agradar, quero ser carinhoso, atencioso, essencial, porém sinto que vou na contramão de todo mundo.
          Tudo que é decepção, rejeição, abandono, que um ser humano poderia sofrer durante uma vida inteira, sofri entre a infância e adolescência. Agora sei da necessidade de esquecer tudo e recomeçar minha vida, agora um homem feito, senhor dos meus atos e do meu destino. Não criei raiva de ninguém, assim como não culpo os outros pelo que me aconteceu. Era meu destino que estava predestinado a ser assim e isto não pode mais ser mudado. Acredito que isto seria chamado por muitos de evolução.
           Hoje aprendi a dar valor a amizade, lealdade, ao carinho e a atenção. Pensei que todo mundo buscasse o mesmo. Pelo menos é o que todo mundo pede. Mas ai vem mais uma decepção: As pessoas pedem mas não querem retribuir.
          Para muitos são fatores externos os responsáveis pelas seus fracassos e frustrações, portanto é obrigação do mundo, dos pais, amigos, sociedade, Deus, sei lá, repara-las. Não fazem o minimo esforço para agradar ou se fazerem necessárias para serem agraciadas pela boa vontade humana. A maioria entende que amizade é apenas parceria de uma noitada regada a cerveja e só.
          Hoje até nisto sou um frustado, quero oferecer amizade sincera, intensa, total. E a maior parte das pessoas quer conveniência. Regram suas amizades pelo grau de status, pela quantidade de amigos, pela quantidade de álcool consumido, pelas falácias, pela futrica, pelas aparências, pelo riso fácil.
          Neste ano que ora finda de nosso senhor de 2015 tive muitos dissabores, mágoas, desesperança. Refletindo tento achar o fator perturbador de minha paz e um rosto me vem a mente. Tento contornar a situação, tento conversar com a pessoa. Explico que ela está me magoando, me ferindo. Ela parece entender, promete mudar, não de um modo totalmente convincente mas, enfim, eu tenho certeza que nada fiz à ela. A tal mudança não dura muito. Eu tento mudar de tática, ser mais carinhoso, atencioso, nada. Enfim entendo que o problema dela para comigo refere-se a nossa diferença social. Sim, o velho e asqueroso preconceito. Para ela eu, o que penso ou sinto, simplesmente não tem valor algum.
          Ela nega isto, assim como todo preso nega o mal feito. Mas suas palavras são traídas por suas atitudes. Seria tão mais bonito que as pessoas assumissem seus preconceitos.
          Hoje não me contive e tive que lhe perguntar:
          - Qual o maior presente que uma pessoa poderia ganhar? - ela vem com aquelas palavras decoradas de almanaque, sem convicção. - ah, sei lá. Amizade, carinho.
          Não, o maior presente que uma pessoa poderia ganhar seria AMOR. Só o amor aproxima, constrói, transforma, nos dá leveza na alma. O AMOR é tudo e não pede nada em volta.
          Foi isto que ela tentou argumentar, que ao dar nos podemos exigir nada em troca. Ledo engano. Tudo se acaba, a vida, a paciência, até o AMOR.
          O AMOR é como se fosse uma planta. Ela para se tornar bonita e perfumada, precisa ser cuidada, regada, precisa do sol e muita, muita, atenção. Se não acaba perecendo, assim como o amor.
          Pense nisto antes de desprezar o amor de qualquer um. Tu não precisa retribuir o amor de ninguém mas isto não te dá o direito de desprezar quem quer que seja por gostar de ti.

Comentários

Postagens mais visitadas